13 de fevereiro de 2018

MACHISMO NA MATERNIDADE

  Olá pessoas, tudo bem com vocês? O post de hoje vai falar sobre um tema ao qual não tenho propriedade total para falar, porém senti a necessidade de trazer a discussão visto que já presenciei diversas situações de machismo na maternidade que me deixaram bem perplexas. Posso não ser mãe mas me solidarizo com todas as que já sofreram algum tipo de machismo e me sinto na obrigação de fazer essas mulheres serem ouvidas, e é para isso que estou aqui hoje! 

O MACHISMO E AS MÃES 
  Como citei anteriormente, não tenho total propriedade para falar sobre esse tema, então de antemão já peço desculpas as mães caso fale alguma inverdade ou algo que não as agrade. Em um determinado período da minha vida, comecei a desenvolver um senso crítico para as coisas, e uma dessas coisas foi o  de perceber machismo na maternidade, que se tornou tão claro quanto a água para mim. Coisas do cotidiano que antes eu via com normalidade mas que hoje não passam despercebidas, por mais que algumas dessas coisas sejam consideradas pequenas, eu continuo achando um absurdo e acredito que devemos nos unir para mudá-las.  
  Bom, vamos aos queridos exemplos, nunca vi as pessoas se incomodarem em perguntar a um homem com filhos com quem ele deixou as crianças ou tampouco quando um pai ausente gasta 1000 reais num camarote mas acha que os 200 reais que a ex pede para os filhos já é "demais", porém, o que mais vejo são relatos de mães que se sentiram excluídas em festas e muitas vezes foram julgadas por estarem se divertindo, a primeira coisa que as pessoas fazem é questionar com quem a mulher deixou a criança num tom de irritabilidade, gente, se a mulher saiu a noite para se divertir ela deixou o filho com alguém de confiança, isso não é óbvio? Agora porque a mulher virou mãe ela não pode fazer mais nada além de ser mãe? Ficou proibido se divertir?  

machismo

  Outro exemplo bem escrachado de machismo na maternidade é quando as pessoas veem o pai trocando uma fralda, ou dando banho e encaram ele como um puta cara foda, e quando a mãe faz isso não faz mais que obrigação, gente, o cara é pai, é obrigação dele também viu? Uma coisa que me deixa muito louca também é ouvir das pessoas que quando o pai está cuidando do filho ele tá de "babá", tá doido? Babá? Ele é o pai, ele não tá fazendo mais que a obrigação dele em ficar com o filho!!!! Gente, será que é só eu que enxergo essas coisas??? É tão indignante ouvir essas coisas, é tão preocupante saber que um homem pode seguir a vida dele, construir uma carreira e ser bem sucedido tendo um filho para criar (e cagando para isso) que as pessoas não dão a mínima, acham normal, mas quando uma mãe vai deixar o filho na creche para trabalhar para sustentar ele já que o "pai" não dá um centavo ou porque ela simplesmente quer seguir a vida e trabalhar é tachada como mãe ruim, mãe que abandona o filho...Gente, de novo, E O PAI?? Porque é só obrigação da mãe fazer das tripas coração para dar conta de tudo? Porque é só obrigação da mãe abdicar do sono, lazer, educação, amigos e etc para criar um filho? Porque só ela, segundo a sociedade, tem a obrigação de criar? E o pai? Cadê que ninguém se importa? ISSO TÁ ERRADO! 
  Sei que me prolonguei demais mas vocês não tem ideia do quanto isso tudo me incomoda, o quanto isso tudo é bizarro e eu só consigo pensar no que essas mães passam diariamente para criar os filhos e ainda tem que passar por essas merdas. Espero que eu tenha conseguido, de alguma forma, representar essas mulheres nesse post e abrir os olhos de pessoas que ainda tem esses pensamentos tão pequenos e que prejudicam tanto o nosso crescimento pessoal.  
  Por último lembrem-se, ser pai é muito além do que trocar uma fralda ou dar uma mamadeira, ser pai é criar e o principal PAI NÃO AJUDA, PAI É PAI! 
   
machismo

Até a próxima, desculpem o sumiço, beijos!!!! 

OBS: 
Inspiração tirada do vídeo MACHISMO NA MATERNIDADE feito pela linda da Hel Mother. Ela tem um canal no Youtube que busca quebrar os tabus da maternidade, vou deixar o vídeo aqui embaixo e se vocês quiserem podem ir lá conferir o canal dela, garanto que não vão se arrepender, a Hel é DEMAIS!!!!   




3 comentários:

  1. Oi
    Eu sou mãe. Eu escolhi ser mãe e escolhi ser uma mãe que fica em casa. Preste muita atenção na palavra escolhi, por favor. Mas ai vem todo o problema. Por eu ter optado por ficar em casa com meu filho, automaticamente toda a obrigação da criação dele é minha, visto que se estou em casa com ele, o pai pode aparecer, comprar comida, e pronto, o trabalho dele está feito. Isso me irrita horrores e passei a ser ignorante com pessoas com esse pensamento.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o problema Lary, não é porque você optou de ficar em casa (que é um direito seu e de qualquer mãe) que tem que ficar tudo por sua conta, o pai tem que fazer a obrigação dele também, não é ajudar, é ser pai!!!

      Excluir
    2. Obrigada pelo comentário!!!

      Excluir