2 de fevereiro de 2017

Deixa eu te contar uma história

"Deixa eu te contar uma história, ela começa assim, com uma menina de 18 anos e um homem de 24. A menina, achava que sabia tudo da vida, achava que era feliz, mal ela sabia que a felicidade bateria a sua porta na forma de uma figura misteriosa, mas maravilhosa, com seu sorriso ladrão de mocinhas e seu jeito de olhar que derreteria até as calotas polares, e ela foi se entregando, vagarosamente, até devagar demais, sei que isso a prejudicou, mas quem adivinharia? Só sei que em menos de um mês de sua primeira aparição não deu outra, ela não queria saber de mais ninguém.
Alguns erros foram cometidos nessa estrada, mas ela jamais tirou ele do pensamento, em nenhum momento, e todos os dias paga o preço com sua mente pelos erros que cometeu, mas desistir? Jamais, como você desiste do amor de sua vida? Não se desiste, se insiste, porque ninguém está nesse mundo a toa, e ela jamais desistiria dele, porque como ela mesmo diz para ele, por mais que doa ficar com alguém, a ideia de viver sem ela dói bem mais, e é assim que, ela luta todos os dias por uma amanhã melhor ao seu lado, onde faz planos, imagina o nome dos filhos e como eles serão, imagina a formatura faculdade e ele lá na primeira fila, aplaudindo-a, imagina como será o apartamento deles e o nome dos cachorrinhos que vão ter.. Enfim, ela imagina e nisso encontra conforto, encontra beleza e encontra amor, o amor mais puro do mundo, daqueles de criança, que só sabe repetir, te amo te amo e te amo, para ele, que recebe com agrado e a aninha em seu peito fazendo daquele momento deles. Me diz agora, como se desiste disso? Não se desiste, se insiste, porque quando o amor é puro, nada é capaz de destrui-lo, e quando se tem vontade de viver uma vida toda ao lado de uma pessoa, seus erros passam a ser meros obstáculos de uma longa caminhada rumo ao eterno eles. Essa é a história de uma pessoa, agora ela tem 19, ele 25, e nada mudou, o amor continua em pé, firme, em um tipo inalcavansavel e se fortalecendo cada dia mais, porque nada o destrói, absolutamente nada, e a menina? Ela sou eu, e eu continuo falha, errante, mas acima de tudo, ela continua o amando incondicionalmente, cada vez mais e de um jeito novo todos os dias, apesar das dificuldades, esse amor é intocável e inabalável, visto que para ela, já não existe ela sem ele. Essa é a história de um amor, o meu amor, um amor que nunca imaginei sentir e que sou grata por ter, e assim sempre vou agradecer, até meu último suspiro, em seu lado, pra sempre."
Boa tarde! Pretendo voltar com a escrever aqui, espero que dê certo..❤

Nenhum comentário:

Postar um comentário