7 de agosto de 2015

Palavras.

Escrever para mim funciona como um peso tirado das costas, como já dizia Tati Bernardi, pedir emprestado o peito dos outros porque a dor não cabe só em você. Tem vezes que a dor é tão grande, tão, os sentimentos são tão intensos, que você tem de espalhar por ai, por não ter mais espaço na sua cabeça, e em seu coração
Mas não tenha medo de escrever, não escreva por querer agradar os outros, para ser famoso, para ter fãs, se isso acontece é consequência, mas escreva para se permitir transmitir seus sentimentos a um papel, ou a um blog na internet, tenha amor pelo que escreve mesmo que ninguém tenha interesse, o que você escreve não precisa ser bonito, é o que você sente, e nem sempre o que sentimos é bonito falado pros outros ou pra nós mesmos. É dor, é felicidade, é angústia, é raiva, ter sentimentos e escrever é isso, é compartilhar com um espaço vazio de uma folha ou a um mundo também vazio em um blog perdido, escrever é tirar de seu coração um sentimento e passar ele para as palavras, e é mágico, pode ser qualquer coisa, tudo é texto, tudo é alívio, tudo é um pedaço de você. Seja feliz acima de tudo fazendo o que faz sem esperar reconhecimento, faça por você, não pelos outros, escreva para você, não para os outros. Ame o que faz, quando algo é feito com amor, tudo é mais bonito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário