21 de janeiro de 2018

APOLOGIA AO ESTUPRO

  Olá gente, tudo bem? Recentemente viralizou na mídia uma música chamada  "surubinha de leve" do MC Diguinho, com trechos da música que incitam claramente o estupro de vulnerável a música foi duramente criticada e chegou a ser retirada pelo spotify de sua plataforma, e é sobre isso que vim falar hoje.
 O que eu quero que fique bem claro é que não é de hoje que músicas incitando o ódio, o estupro e a violência contra a mulher são lançadas e ouvidas com muita normalidade (inclusive por mulheres, o que me deixa pasma) então porque resolveram atacar justamente essa música? Eu não quero reclamar, inclusive fico tremendamente feliz e fui uma das pessoas que criticaram a letra veementemente, o que quero que vocês enxerguem é que isso acontece desde sempre, então qual a razão de outros vários músicos não serem atacados? As letras incitando a violência feminina são de todos os ritmos e nacionalidades, mas já que estamos falando de uma música brasileira, ouçam exemplos como Esporrei na manivela dos Raimundos ou Puta disfarçada do Planet Hemp, entre tantos outros. Esses exemplos citados são somente alguns dos vários que estão por ai circulando livremente pelo spotify, youtube e tantas outras redes e as pessoas ouvem normalmente, porém espero que vocês, depois de lerem esse post, façam uma breve pesquisa entre suas músicas e excluam qualquer uma que incite qualquer tipo de violência, afinal, somos todos seres humanos dignos de respeito não é mesmo?

APOLOGIA AO ESTUPRO



  Enfim, só quis abrir um "breve" parênteses sobre isso, mas vamos lá, a música em questão que citei no inicio do post é um funk que tem uma letra tão absurda que eu não tenho palavras para explicar o quão absurda ela é. O pior de tudo isso é ver pessoas defendendo a música (se é que isso pode ser chamado de música) e o MC Diguinho, alegando que o "hit" está sendo problematizado sem razão e que a letra se trata apenas de uma música que retrata a "realidade" (que realidade? a do estupro?) e que o MC não teve a intenção de incitar o estupro. Eu vou colocar abaixo o trecho mais problemático da música só para vocês terem uma ideia do quão bizarro é.

Só uma surubinha de leve com essas filha da p***
Taca bebida, depois taca a p*** e abandona na rua".
   
  Vocês conseguem perceber o quão perturbador isso soa? A letra basicamente incita os homens a embebedarem as mulheres, as estuprarem e depois as jogarem na rua como se não fossem nada além de objetos. Não gente, isso não é brincadeira, não é exagero, num país que a cada sete minutos uma mulher sofre um estupro essa letra não pode soar normal, não pode ser tomada como uma brincadeira, o que ele fez deveria ser considerado crime. E já falando em crime, se é isso que MC Diguinho produz e tem coragem de lançar para milhares de pessoas imaginem o que ele não é capaz de fazer com uma mulher sozinho?

APOLOGIA AO ESTUPRO

   
Essa música tem que ser completamente retirada de circulação como todas as outras que citei a cima, nenhum tipo de violência deve ser tolerado no âmbito musical, um som que é capaz de transformar gerações não pode ser manchado pela imagem de artistas nojentos que acham a violência e incitação ao ódio contra a mulher algo normal, isso tem que parar!
  Ah, e para quem ficou na dúvida sobre o termo apologia ao estupro lá vai um breve resumo, se trata de qualquer tipo de incitação, seja em livros, filmes ou músicas a uma relação sexual sem o consentimento da pessoa ou relação sexual com a pessoa desacordada e sem condições físicas de reagir naquele momento, essas duas situações são caracterizadas como estupro, e incitá-las acaba por se tornar apologia ao estupro.
  É isso gente, espero que tenham gostado do post de hoje, é ótimo para fazermos uma reflexão e revermos nossos conceitos musicais né? Não deixem de comentar aqui embaixo o que acharam e até o próximo post, beijos!!! 

18 de janeiro de 2018

Porque escolhi fazer jornalismo?

  Olá gente, tudo bem? Hoje resolvi falar um pouco sobre a escolha da minha profissão. Essa é sempre uma escolha muito difícil e comigo não foi diferente, independente das maiores certezas que temos quanto a nossa decisão sempre há dúvidas e incertezas que nos circundam, então, em meio a tantas opções de carreira a seguir, porque escolhi fazer jornalismo?
  Bom, eu não sei em qual ponto da minha vida decidi que queria ser jornalista, porém sei que antes da minha decisão, tive várias opções incertas, quando criança queria ser professora, conforme fui crescendo, psicóloga, nutricionista, enfim...Foram várias as ideias que surgiram, todas apenas ideias passageiras e que fui deixando de lado com o passar do tempo. O curioso referente a escolha da minha profissão foi que a primeira ideia não foi minha e sim de algum conhecido ao qual não me recordo quem é que comentou "porque não faz jornalismo? É tão falante e gosta tanto de escrever", foi a partir daí que a ideia começou a florescer e conforme eu ia pesquisando sobre a profissão fui me apaixonando cada vez mais, parecia finalmente que eu tinha me encontrado.


Porque escolhi fazer jornalismo?

  Mas como todo adolescente cheio de dúvidas eu fui pedir a opinião de pessoas próximas e algumas, para não dizer a maioria, me disseram para desencanar, que jornalismo não dava dinheiro, que era mais fácil fazer outra faculdade que tinha mais área de procura e etc, eu fiquei frustrada por um momento com todas essas ideias porém estava certa do que queria fazer, jamais deixei que os comentários das pessoas influenciassem na minha decisão, prefiro não ter um custo de vida tão alto e ser feliz no que faço do que fazer algo que não curto e ser infeliz pelo resto da vida.
  Escolhi jornalismo porque é a área que mais tem a ver com quem eu sou, com meus ideais e com o meu jeito, posso tanto ser redatora como repórter e entre tantas outras coisas, posso juntar minha paixão pela escrita e meu jeito falante em um só meio, tem tanto a ver comigo que as vezes me pego viajando e pensando como existe uma profissão tão maravilhosa, me perco olhando os programas de TV e lendo as colunas na internet e pensando quando será a minha vez de fazer aquilo, quando poderei finalmente exercer a profissão que amo.


Porque escolhi fazer jornalismo?

  Infelizmente ainda não tive a oportunidade de começar a cursar jornalismo, porém, fiz uma cadeira em uma faculdade particular, e essa experiência só serviu para me fazer ter ainda mais certeza de que é isso, é jornalista mesmo que quero ser, e é tão boa essa sensação de certeza que torço para que todos um dia possam sentir.
  Essa é a essência de escolher uma profissão, é se apaixonar por ela, é querer ser parte dela, não escolha o que você quer ser pelo resto de sua vida baseado em ideias ou comentários de pessoas que não irão acrescentar em nada de bom na sua decisão. Ouça conselhos mas jamais abdique do que você ama e quer fazer por família, amigos ou algo do tipo, faça o que gosta, faça o que se vê exercendo com amor daqui uns dez anos e jamais, jamais pense que não é capaz, todos somos, basta sonhar e realizar, que realizemos nossos sonhos e sejamos profissionais apaixonados no futuro!
   

  É isso, espero que tenham gostado do post de hoje, que de alguma forma ele ajude vocês a escolherem suas profissões ou pensarem por si próprios, jamais esqueçam, nossas escolhas, nossa profissão e nosso futuro são nossos, eu ouvi comentários negativos sobre o que escolhi e não desisti, façam o mesmo <3
  Até a próxima gente, me contem aqui embaixo o que acharam do post e qual profissão pretendem seguir ou já estão seguindo, beijossss!!! 


3 de janeiro de 2018

Dicas para auto-aceitação

Olá gente, tudo bem? Ao longo de nossas vidas passamos por diversos desafios e um deles é a auto-aceitação, em um mundo que nos submete a padronização, ser quem somos e o principal, nos aceitar como somos é cada vez mais difícil. Pensando nisso eu resolvi trazer aqui 5 dicas para você começar a se aceitar assim, do jeitinho que é, vamos começar?

Dicas para auto-aceitação

   
 O primeiro passo para a sua auto-aceitação é se afastar de pessoas que não te fazem bem. Sabe aquelas pessoas que te criticam em tudo? Ou até aquelas que criticam e logo depois soltam um "era só brincadeira"? Essas pessoas não são boas para o seu convívio social, são pessoas que te puxam para baixo e tentaram te parar em qualquer sonho ou ideia que tiver, são pessoas que muito provavelmente tem inveja de você e de sua coragem e tentarão te parar lhe dizendo que não irá conseguir, você não precisa delas na sua vida.

Dicas para auto-aceitação
  
    
  O segundo passo é começar a gostar de si mesmo. Tente isso, se olhar todo dia no espelho e se orgulhar pelo que se tornou, se orgulhar dos erros, acertos, das falhas e de todas as coisas que conquistou e perdeu ao longo de sua vida, pois essas coisas nada mais te tornaram o que você é, e você é algo incrível, você é algo que deveria se orgulhar de ser.

Dicas para auto-aceitação


  O terceiro passo é entender que apesar de ser uma pessoa incrível você está longe de ser perfeito, e está tudo bem. O que você precisa entender é que ninguém é perfeito, ninguém chega perto de ser, e isso é bom sabia? Isso é bom porque nossas qualidades e defeitos nos fazem ser quem somos, nos fazem amar as coisas que amamos e nos fazem ter as pessoas que temos em nossas vidas, nossas imperfeições são perfeitas e isso tudo é maravilhoso, que bom que somos imperfeitos, que bom que somos únicos na vida das pessoas.

Dicas para auto-aceitação

  O quarto passo é entender que as críticas sempre virão, independentemente de o quão impecável serão suas ações. Você tem de aprender a lidar com isso, guardar as críticas construtivas como forma de crescimento em sua vida e ignorar as críticas que só servem para te desmotivar e querer te fazer desistir de seus sonhos, leve isso para vida, pegue as coisas boas que irem de encontro a você e ignore o resto.

Dicas para auto-aceitação


   O quinto e último passo é entender que a vida está em constante mudança e nem sempre você terá controle sobre o que acontece ao seu redor. Aprenda a não se cobrar tanto, nem tudo merece a sua saúde mental e nem todas as coisas que acontecem de errado na sua vida são culpa sua, as vezes é somente o universo te dizendo para esperar um pouco que as coisas certas chegarão, lembre-se sempre, tudo no seu tempo.
  Então é isso gente, espero que tenham gostado do post de hoje e que as minhas dicas ajudem vocês de alguma forma a se aceitarem do jeito que são, jamais esqueçam, vocês são especiais!!! Não deixem de comentar aqui embaixo o que acharam do post e até o próximo, beijosssss.





30 de dezembro de 2017

METAS PARA 2018

  Olá gente, tudo bem com vocês? Final de ano está ai e com ele o sentimento de renovação, do novo, de 365 dias de novas possibilidades e de fazerem as coisas darem certo. Por este motivo o post de hoje é sobre 5 metas pessoais que eu quero atingir em 2018, não são metas exageradas e sim possíveis de cumprir, então vamos lá...



    Bom, quem me conhece melhor sabe que meu grande sonho é entrar na faculdade de jornalismo, no ano de 2017, mais precisamente em setembro, comecei um cursinho intensivo preparatório para o ENEM e junto dele um curso de revisão para a prova da UFRGS. Com o cursinho que estou fazendo pretendo conseguir ingressar em alguma faculdade privada com bolsa integral ou entrar na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o que é o meu grande sonho, é uma meta muito importante para mim e espero que meus esforços em 2017 resultem no cumprimento dela em 2018.

METAS PARA 2018


  Depois de passado o vestibular da UFRGS e após os resultados dele e do ENEM vou partir em busca de uma colocação no mercado de trabalho, isso independentemente dos resultados das provas. Fiquei muito tempo parada antes de começar o cursinho e neste período procurei muito por um emprego mas infelizmente não consegui, então decidi tirar esse tempo para estudar e tentar entrar na faculdade, mas assim que passado tudo isso certamente vou voltar a minha busca e tentar evoluir cada vez mais para ser uma profissional a qual uma empresa se interesse em admitir junto de sua equipe.

METAS PARA 2018


   O ano de 2017 foi um ano em que ganhei bastante peso, não que isso seja algo muito ruim, porém o que me preocupa é a minha alimentação e foi em decorrência disso o meu aumento de peso. Praticamente o ano todo comi muitas besteiras e tomei muito refrigerante, foram falhas as tentativas de praticar exercícios e ter uma alimentação leve e saudável, sei que é uma tarefa difícil abandonar meus hábitos alimentares ruins e me adaptar a uma nova rotina, porém em 2018 vou tentar ao máximo substituir alimentos gordurosos por saudáveis e trocar os refrigerantes por água e sucos naturais, é um grande passo mas tenho certeza que com muita persistência irei conseguir.



METAS PARA 2018


  Em 2017 iniciei o meu blog em fevereiro, comecei muito empolgada mas com o tempo minhas frustrações pessoais passaram a atrapalhar minha rotina e o blog logo em seguida. Como todos sabem abandonei o blog em julho e não tinha previsão de retorno, porém no fim do mês de dezembro resolvi retornar com força total e um de meus maiores focos agora é conseguir conquistar um grande público de leitores e espectadores da minha vida e minhas histórias, tenho certeza que com muita dedicação e esforço essa meta será alcançada. 

METAS PARA 2018

  
  Por último e não menos importante, uma das minhas metas para 2018 é criar um canal no youtube. Esse é um desejo antigo, porém nunca tive coragem de realizá-lo, no ano que vai chegar pretendo começar a gravar alguns vídeos e tentar algumas ferramentas de edição, vou indo aos poucos. O canal seguirá a mesma linha do blog, tendo alguns vídeos de posts criados aqui e outros somente dele, espero realmente conseguir almejar essa meta e também conseguir um grande público nele, isso é claro, com muito esforço e dedicação de minha parte.
  
  Bom gente, essas são as minhas 5 principais metas para 2018 e pretendo cumprir todas ao longo do ano, e vocês? Quais são as suas metas para o ano que vai chegar? Quais hábitos pretendem mudar no ano novo? Me contem aqui nos comentários e não esqueçam de me seguir e divulgar o post com seus amigos caso tenham gostado, até o próximo post, beijos!!!




22 de dezembro de 2017

Cheguei aos 20, e agora?

  Olá pessoas, tudo bem com vocês? O post de hoje vai ser sobre ter 20 anos ou mais em uma sociedade que te cobra constantemente um bom status social apesar da pouca idade. O que fazer quando chegamos aos 20 e poucos anos e não conquistamos nada? Como explicar para as pessoas que mal sabemos o que vamos vestir no dia seguinte tampouco o que queremos ser pelo resto da vida?
  Decidi falar sobre esse assunto pois no inicio do mês completei 20 anos e tive uma crise de consciência do tipo “eu tenho 20 anos, o que eu fiz até aqui?”. Ai começam os questionamentos, as duvidas, as inseguranças, eu não conquistei nada até agora e mal sei por qual caminho seguir daqui em diante, existem pessoas da minha idade no quarto ou quinto semestre da faculdade, existem pessoas com um ano ou dois a mais que eu abrindo negócios e sendo bem sucedidos neles, e eu? O que eu fiz até aqui? Só o que consegui acumular foi gordura, stress e dúvidas, como prosseguir?
  Então andei pensando demais nesses últimos dias, conversando com várias pessoas da minha idade e até um pouco mais velhas do que eu e cheguei a conclusão de que: tudo bem você ter 20 anos e não ter feito nada, afinal, você só tem 20 anos.Existem pessoas e pessoas, e cada uma delas tem seu tempo, algumas são mais apressadas, outras nem tanto, algumas tentaram e não deu certo e resolveram dar um tempo de tudo, e tudo bem, tudo bem você estar indeciso, você não é obrigado a seguir qualquer tipo de regra, você não precisa sair da escola e ir direto para a faculdade se não quiser, tudo bem você estar confuso, perdido, desesperado, isso é normal, afinal, você cresceu e crescer assusta, as responsabilidades batem a porta e você não consegue decidir, e ok, não precisa se apressar, cada ser humano tem um tempo necessário para se desenvolver e acelerar esse processo pode te causar muitos problemas no futuro, então respire fundo e curta onde você está agora.
Cheguei aos 20, e agora?

  A palavra chave é: calma, nada vai funcionar direito se você der ouvidos a pessoas que não sabem e não entendem pelo que você está passando, então ignore qualquer tipo de comentário que não lhe acrescentará em nada e só aproveite, aproveite onde você está agora, saia com seus amigos, leia livros, viaje, trabalhe, sonhe, sua vida é como uma grande escalada e dar um passo de cada vez é essencial. Como disse, você ouvirá comentários desnecessários de que está perdendo tempo, a pressão para ser “alguém” na vida aumentará, mas pare e pense, você já é alguém, você é alguém legal para caramba, você é um ser humano com qualidade e defeitos, parar para respirar não significa parar para sempre, apenas dê uma pausa para reorganizar suas idades e volte a ativa, tudo fluirá melhor quando tudo acontecer em seu devido tempo, as pessoas poderão não entender, mas esse será o momento em que você terá de decidir o que importa mais na sua vida, sua felicidade ou a aprovação das pessoas, na dúvida opte sempre pela primeira opção ok?
Cheguei aos 20, e agora?

  Para finalizar, pause quando precisar, volte quando achar que está pronto, você tem todo o tempo do mundo para decidir o que quer ser e o que quer fazer, você é jovem, não crie problemas que você não tem e, volto a repetir, aproveite onde você está agora, daqui uns anos você vai desejar ter aproveitado um pouco mais a vida invés de passar tanto tempo preocupado em apenas “ganha-la”. Você tem 20 anos ou mais e não sabe o que quer da sua vida ou ainda não conquistou nada, e tudo bem, daqui um tempo você vai sorrir e lembrar de como tudo aconteceu quando deveria acontecer, lembre-se, tudo no seu tempo, sempre!

  Esse foi a postagem de hoje gente, espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar aqui embaixo o que acharam e me seguir nas redes sociais, obrigado por ter lido até aqui e até o próximo post 💓

Fonte das imagens:
Pinterest.